Confiance - Home

Fique por dentro

 

Dicas e Cuidados: Limpeza dos Olhos

Data da postagem: 13/09/2018

A higiene adequada é certamente um dos cuidados essenciais para que possamos garantir o bem-estar e a saúde de nossos melhores amigos. Hoje, trazemos algumas dicas importantes sobre um tema que ainda pode despertar dúvidas em alguns donos: a limpeza correta dos olhos dos animais.  

Assim como nos seres humanos, os olhos dos cães são muito sensíveis. Além da sujeira e dos pelos soltos que podem se acumular nessa região, a remela produzida pelo organismo pode gerar um grande incômodo em nossos melhores amigos. Geralmente, é comum que ela apareça do lado de fora do olho do animal, podendo ser limpa com uma gaze seca sem muita dificuldade. Caso ela esteja localizada na pálpebra inferior ou até mesmo nos cantos internos dos olhos, o ideal é utilização de uma gaze com um pouco de água morna. É importante destacar que devemos tomar muito cuidado durante esse procedimento, evitando muita força para não machucar o animal.  

Embora a presença da remela seja natural, algumas raças possuem uma certa pré-disposição a produzir essa secreção em menor ou até maior quantidade, como os Poodles, Lhasas e Shih Tzus. O excesso de remela que escorre e seca nos pelos mais claros desses animais pode causar manchas, conhecidas como “manchas das lágrimas”. Além disso, cães de raças com olhos saltados e mais dobras na pele, como os Pugs e Buldogues, também precisam de uma atenção especial para evitar o acúmulo de umidade causado por essa secreção. Em alguns casos, a presença de remelas mais consistentes ou uma irritação dos olhos pode indicar algum tipo de infecção ou até mesmo a conjuntivite. O tratamento, apesar de simples, deve ser acompanhado pelo médico veterinário.  

Não se esqueça: a higiene dos olhos dos nossos melhores amigos deve ser um cuidado frequente! E ao sinal de qualquer anormalidade ou dúvida, leve seu cão para uma avaliação com o profissional de confiança.